Marcha da Maconha – Brasil 2008 » Blog Archive » Marcha da Maconha no Jornal da Globo

0
  • Juliano fala:
    May 1st, 2008 at 3:57 pm

    Infelizmente Sr. Aloísio Ditador a Marcha é destinada somente à maiores de 18, mas tenho certeza que pais e filhos maiores irão aparecer. Ninguém vende TV, SOM, pratica assalto pra comprar maconha não meu caro, vai estudar e larga a mão de ser cabiçudo. Se fosse assim eu não tinha casa, não tinha TV, não tinha computador, não tinha internet, não tinha móveis…. ESTUDE E SE INFORME antes de falar besteira….. Trabalho e pago minhas contas em dia e tenho dentro da constituição o direito LIVRE de manifestar e pensar da forma que eu quiser, não estou atrapalhando ninguém com isso… Vamos para as ruas, vamos abrir os debates e discussões em torno das politicas atuais anti-drogas. O pior ignorante é o que fala sem saber, sem conhecer, sem buscar embasa cientifico. Falar que mata, que vicia qualquer um fala…. Até nos EUA diversos estados já mudaram as leis, pois viram que a repressão só piora as coisas. Inglaterra, Holanda e Portugal já existem os locais apropriados para se fumar. Em Portugal existe cerveja, chá, camisas, tênis, calças, macarrão, manteiga produzidas do canhamo. É triste ver como uma parte da sociedade se encontra paralisada e não consegue enxergar a realidade, não tem embase algum sobre o assunto e simplesmente criticam…

    Assim é muito fácil…

  • Filipe fala:
    May 1st, 2008 at 4:02 pm

    Realmente esse luiz deve ter visto umas 10x tropa de elite.. tsc tsc.. faz parte da política de desinformação… quem não se informa acredita… e ainda embasando a fala do Juliano, nunca vi ninguém roubando nada pra comprar maconha… e pra você meu caro amigo luiz, já fumei até com professores gabaritados de grandes instituições desse país, todo agente químico usado com equilíbrio é saudável.. se informe.. você deve ser uma pessoa totalmente frustrada por nunca ter feito nada que a TV não te permitisse

  • SweetGanja fala:
    May 1st, 2008 at 4:03 pm

    Aloisio,

    Primeiramente nao sera permitida a presenca de menores de 18 anos na Marcha, portanto nao e acoselhavel levar os filhos caso eles sejam menores.

    Segundo. A ideia de vender as coisas conquistadas pelos pais, nao se encaixa no perfil do usuario de Maconha, mas sim de drogas como o crack, portanto procure se informar sobre o que eh cada droga e os efeitos e caracteristicas dos usuarios, antes de sair falando asneira. Alem do mais so precisamos comprar Cannabis porque a lei nao nos permite plantar.

    “Lembrem-se que tudo o que o homem planta,ele colherá.
    Pensem e fiquem com DEUS.”

    Queremos plnatar, e colher as flores dessa planta criada pelo mesmo DEUS na bencao deixada por VOCE no final da mensagem. Portanto, informe-se!!! Nao seja mais uma mente lavada na sociedade!

    NAO COMPRE, PLANTE!!!!!

  • Juliano fala:
    May 1st, 2008 at 4:04 pm

    Quem financia o tráfico são a COCAINA e O CRACK, a maconha é apenas um atrativo por ser ilegal de chamar jovens para subir morros e lá conhecem as drogas citadas acima….

    Você não entendem patavinas de nada.. é incrivel a ignorancia desse povo… aposto que foram os mesmos que elegeram Malufs e Collors… haahahahah

    Você conhece a Jurema Preta? conhece a Sálvia Divinorum? conhece a Kratom? conhece o Lírio?
    São todas plantas porém liberadas que causam efeitos muito mais pesados.

    A proibição da erva começou em 1920 nos EUA, devido a entrada de mexicanos em busca de melhores condições de vida. No México eles já fumavam numa boa, ninguém falava nada pois isso vem da cultura deles. Os EUA simplesmente começaram uma campanha maciça alegando mil mentiras sobre a planta e sem qualquer estudo… Hoje diversos estados norte-americanos já mudaram suas leis e não recriminam mais os usuários como ainda é feito em diversos países do mundo…

    Os do contra vão estudar e venham discutir com embase cientifico e estudos… Não com balelas furadas de maconha mata, maconha vicia, maconha é isso.. maconha é aquilo….

    PROCURE SE INFORMAR antes de falaram besteira…

  • SweetGanja fala:
    May 1st, 2008 at 4:09 pm

    Vou contar um negócinho que li…

    Primeiro vamos tratar a maconha não como uma planta, mais como uma mercadoria, como a lei coloca hoje.

    O que a população tem mais fácil acesso? a uma bicicleta ou a uma moto???

    Todos concordam que é a bicicleta!?!

    Pois bem, então todos aqueles que experimentamk andar de bicicleta vão necessariamente comprar uma moto um dia??? CLARO QUE NÃO!!!

    Mas com certeza aqueles que hoje tem uma moto ja andaram ou tiveram uma bicicleta.

    Por tanto quem usa drogas sintéticas (feitas pelo homem) ja deve sim ter passado pela maconha (feita pela natureza – que todos sabem é perfeita, e sempre funcionou na mais perfeita harmonia sem a interferencia do homem). O que não significa que quem usa maconha vai ter que passar pra outra droga.

    Garanto tb que quem hoje fuma um baseadinho, ja deve ter passado pelo alccol ou tabaco antes.
    Então quer dizer que o alccol e o tabaco leva a maconha???

    Parem de ser hipocritas!!! Parem de falar asneiras sem se informar!!! A Maconha não destroi familias, quem destroi é o coitado que não soube lidar com ela, assim como alcolatras que não sabem lidar com a bebida.

    Aristóteles ja dizia > A virtude está no meio.

    Nada de exageros.

    Quem gosta de tomar uma cervejinha fina de semana que tome, a cerveja que vc toma é exatamente a mesma que o alcolatra que bate na mulher e filhos toma.

    O problema ta na cerveja ou em quem a consome???

    O mesmo vale pra Cannabis. O problema causado pela cannabis esta na planta em si ou na pessoa que a consome?? pense nisso…

    Se o problema estivesse na planta, não teríamos Gilberto Gil como Ministro, Sérgio Cabral como Governador, uma quantidade imensa de musicos maravilhosos que temos na musica brasileira, e varios outros PROFISSIONAIS dignos do trabalho que executam…

    Se a planta fosse O problema, teriamos 144 milhões de loucos, criminosos, assassinos e outras besteiras mais que dizem por ai…

    AAAfff…..

    Se informem!!!

  • Rafael Santin fala:
    May 1st, 2008 at 4:10 pm

    Tudo bem fazerem uma marcha dessas. Desde que ela não seja colocada em primeiro plano e que a legalização da droga seja efetuada mediante a uma legislação que proíba o uso sem prescrição e acompanhamento médico. A Cannabis, segundo pesquisas, pode ser usada no tratamento de algumas doenças. Qualquer medicamento deve ser usado de maneira controlada.

    Fumar maconha pelo suposto prazer que ela proporciona é um ato imoral e criminoso, pois não concorre para a sustentação da dignidade humana nem para o bem-comum.

  • hugo fala:
    May 1st, 2008 at 4:23 pm

    vou mandar para você o comentário do jornalista Reinaldo Azevedo:

    “Marcha dos maconheiros tem de ser proibida. E quem marchar tem de ser preso. É a lei! Leia o que vai abaixo, na Folha. Volto depois: O Ministério Público de São Paulo luta na Justiça para impedir a realização da marcha da maconha no próximo domingo, marcada para as 14h no parque Ibirapuera. A marcha ocorre também em diferentes cidades do mundo neste final de semana e em mais 11 cidades brasileiras na tarde de domingo. Com o pedido de medida liminar, o Ministério Público espera decisão semelhante à concedida pela Justiça a seu órgão corresponde na Bahia. “Em pelo menos três Estados houve decisões desse tipo. Difundir o uso de droga é crime previsto já na própria Lei de Entorpecentes. Esperávamos uma decisão favorável ainda hoje [ontem], o que não ocorreu até as 19h”, afirmou o promotor Marcelo Luiz Barone, um dos autores do pedido juntamente com a promotora Paula Castanheira Lamenza. (…) Um dos participantes do Coletivo da Marcha da Maconha, o sociólogo Renato Cinco, diz que a manifestação é uma questão de liberdade de expressão e que o movimento tentará derrubar as liminares. “Queremos mostrar a nossa opinião sobre uma lei [que caracteriza a maconha como substância ilegal]. A proibição gera conseqüências muito piores que a legalização.”

    Segundo Cinco, foi informado que os participantes não devem portar maconha durante a realização da marcha.

    Comento
    Os maconheiros têm até um blog para divulgar a sua marcha. Se quiser visitar , clique aqui. Fazer a apologia da maconha é crime, como eles mesmos reconhecem lá. Mas aí recorrem a uma droga ainda mais antiga: a hipocrisia. Dizem estar apenas informando e querendo debater.

    O artigo 33, § 2º da já bastante liberal Lei 11.343 deixa claríssimo:
    “Induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga:Pena – detenção, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa de 100 (cem) a 300 (trezentos) dias-multa.” A íntegra da lei está aqui.

    Já disse: sou um chato legalista. Essa “marcha” tem de ser proibida. Se, uma vez proibida, as pessoas insistirem em promovê-la, então não vejo outra saída: cana! Esse negócio de que todo mundo tem o direito de marchar contra a lei de que discorda em nome da liberdade de expressão tem quais limites éticos? Deve haver quem defenda a pedofilia, por exemplo, porque, afinal, na civilização grega, etc e tal… Se os valentes querem patrocinar a causa, que arrumem um representante no Congresso que esteja disposto a assumi-la.

    Sabem o que é curioso? Uma marcha a favor do cigarro, por exemplo, seria de pronto repudiada — inclusive por gente que defende a da maconha. “Ah, mas cigarro já é legal; não precisa de marcha”. Sim, mas os fumantes são hoje quase párias sociais, não é mesmo? Estou, de fato, chamando a atenção para uma questão: essa marcha da maconha toca num flagelo social: o fato de as drogas hoje consideradas ilícitas serem consideradas ainda um valor “de resistência”, o que faz com que se transformem numa espécie de “cultura”.

    Pior: os maconheiros querem fazer de conta — e só por isso o filme Tropa de Elite foi repudiado por alguns “descolados” — que o consumidor de droga não integra a cadeia do tráfico e, portanto, da violência e do crime organizado. O argumento de que a legalização da maconha diminuiria a violência é só uma tolice irresponsável. No mesmo caminho, seria preciso tornar legal a venda das outras substâncias: cocaína, crack, heroína — ou os traficantes de maconha migrariam pra elas, certo? Mais: o Brasil não fará isso sozinho. A Inglaterra, por exemplo, está na contramão: apertando o cerco também contra a maconha.

    Falei que a lei brasileira já é bastante liberal. E é. Leiam parte do artigo 28: Art. 28. Quem adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo, para consumo pessoal, drogas sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar será submetido às seguintes penas: I – advertência sobre os efeitos das drogas; II – prestação de serviços à comunidade; III – medida educativa de comparecimento a programa ou curso educativo.

    § 1o Às mesmas medidas submete-se quem, para seu consumo pessoal, semeia, cultiva ou colhe plantas destinadas à preparação de pequena quantidade de substância ou produto capaz de causar dependência física ou psíquica.

    Como se vê, o chamado “consumidor” — se o sujeito portar a substância apenas para seu consumo — já não vai em cana. Liberal por quê? Ora, o traficante, que vai para a cadeia, não vende se não tiver quem compre. É o que se chama uma “relação”.

    Assim, o corolário óbvio da tal Marcha da Maconha é um só: ela não atende, vamos dizer, às necessidades dos consumidores. Serve mesmo é aos interesses dos traficantes. Mas, na dialética perturbada desses caras, eles só estariam querendo acabar com o tráfico. Ah, sim: entre os apoiadores do blog da Marcha da Maconha está uma tal Aborda (Associação Brasileira de Redutoras e Redutores de Danos). Mais uma vez, a política de redução de danos a serviço da promoção de danos.”

  • Diogo fala:
    May 1st, 2008 at 4:56 pm

    Luiz… “Se vc só diverte usando a química problema seu se depende de álcool maconha cocaina pra se divertir é por que deve ser um merda”

    Até agora, ninguém disse que SÓ se diverte usando química (maconha não é química). Portanto tua opinião é inválida.

    “mas tudo bem é problema de vcs mas a partir do momento que vc compra maconha vc dá DINHEIRO pra bandido comprar armas que matam gente”
    Legaliza, vão começar a plantar, e parar de gastar dinheiro com o tráfico.

    “fora que dá dinheiro para os políticos que são os grandes traficantes”
    Agora eu quero saber. Se os políticos são os grandes traficantes, porque eles não legalizam? Pois as drogas como sendo algo ilegal, lhe trás maiores lucros. Sinceramente, sua opinião foi contraditória.

    “com isso vc financiam a violência as mortes vcs são cúmplices de assassinato”
    Cúmplices de assassinatos? Em qual momento isso acontece? Quando a polícia vai repreender as drogas, e trocam tiros com os bandidos? Se não houver o que repreender, não há motivos para os “traficantes” terem armas, e não terão.

    “mas não adianta ficar discutindo porque vcs devem estar chapados …” Não adianta ficar discutindo porque seus argumentos são totalmente desprezíveis.

    E hoje é feriado, mafu eu voou…

    Bom Dia ;]

  • Ezequiel Aragão fala:
    May 1st, 2008 at 5:30 pm

    O problema é que ja foi passado para a sociedade que maconha é a causa principal de todas as desgraças deste planeta.Quando na verdade,o maior lucro de um traficante,vem da cocaína e algumas outras drogas usadas em festas eletrônicas como por exemplo, LSD,”STAR” e etc. O sujeito sobre efeito da maconha,é impossível que ele venha causar algum dano a sociedade,como assalto,furto e etc. O efeito é totalmente relaxante e de bem-estar psiquico e físico.Causa levesa nos movimentos, onde o sejeito perde seu reflexo.

    No jornal mostra um caso de um homem que cometeu um latrocínio,cujo estava sobre efeito da maconha,quando na verdade, este estar totalmente sobre efeito de drogas que causam uma forte dependência química e um terrível período de abstinência,devido a tentativa de uma parada.No caso,seria o uso de craque,opio e cocaína.

  • Segundos… fala:
    May 1st, 2008 at 6:02 pm

    Uma vez que temos inúmeras forças com interesses paralelos e não tangentes à questão da legalização interferindo na própria questão, se faz válido, ao menos no meu pensar, cada um considerar sua própria experiência. O corrompimento dos meios de comunicação, distorcidos em seu cerne pelos interesses capitalistas, retira o crédito das informações nos trazidas pela comunicação em massa. Tudo que absorvermos de fora será um jogo politico, por isso, acredite no seu interior e nas suas verdades, para isso, caminhe reflexivamente mutavel pela eternidade.

    Termino citando “Emancipate yourselves from mental slavery…. none but ourselves can free our minds” Bob Marley

  • Ezequiel Aragão fala:
    May 1st, 2008 at 6:06 pm

    O problema é que pessoas assim como o Bruno,usam viseiras coladas pelos “sábios” para que fique que nem um jumento olhando para sempre a mesma direção. A venda de álcool e cigarro,é bem maior do seu tao preocupado tráfico. Maconha se planta e isso cada um pode fazer,mas nem todo mundo sabe ou pode fazer bebidas alcolicas como assim também,o cigarro. A maconha é historicamente proibida,devido a interesses socioeconômicos voltados ao capitalismo.

    Hipócrita e estúpido, é aquele que fuma cigarro ou bebe algo alcolico,e quer discutir sobre a legalização ou nao da maconha.

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 6:27 pm

    Bom, primeiramente gostaria de ressaltar que sou contra a essa Marcha da Maconha. Isso vale pelo fato da marcha instigar, mesmo que indiretamente, ao uso da maconha, que, quer queiram ou não, afeta diretamente o Sistema Nervoso Central, logo prejudica os reflexos do usuário. Por diversas vezes, foram feitas comparações à outros tipos de drogas como a bebida. Todavia, o que temos que considerar é que no uso do álcool, o usuário tem o controle da quantidade ingerida, no tipo de bebida (destilado ou fermentado), logo, sabe até onde pode ir, mesmo que não permitido por lei. Nesse contexto, eu não vejo uma forma de um usuário de maconha “medir” a quantidade de ingestão de THC devido a um, dois ou três baseadinhos. As fatalidades ocorridas por quem bebe, SEMPRE estão ligadas a pessoas que bebem e dirigem. Agora… Quem aqui pode afirmar que o usuário de maconha vai embora a pé? Da mesma maneira, ele irá embora, com seus reflexos MAIS afetados do que os “beberrões”, dirigindo! Com isso, concluímos que maconha É pior que o álcool, se considerarmos as alterações que o THC implica no SNC. Podem me considerar “careta”, realmente sou! Sou contra o uso e sua difusão. Todavia, entendo que todos têm sua liberdade, e cada um sabe o que faz! O que não admito é a marcha. Me sinto envergonhado de saber que a justiça de SP sob a alegação de “liberdade de expressão” autorizou tal ato. Aceitem ou não, a interpretação dada pela juíza acerca do dispositivo legal foi viciada, pois houve um conflito de interesses, tanto social como ético.

    Querem fumar, fumem… mas não ofereçam, não instiguem.

    O que todos aqui não consideraram é que um dia serão pais e mães. Mesmo assim, vocês achariam normal seus filhos envolvidos em uma marcha pela liberação de uma droga?
    Uma marcha pelos Direitos Humanos não seria mais digno? Garanto que todos os pais e mães sentiriam ORGULHO de seus filhos, por defenderem algo realmente importante!

    Entretanto, muitos estão mais preocupados com o próprio umbigo na atualidade… Afinal, “temos que aproveitar o agora, pois podemos morrer amanhã!” O interessante, é que quem pensa assim nunca chega a lugar algum e fica por aí dando trabalho!

    Realmente desejo a todos que, se realmente for necessário uma MARCHA, que marchem por algo que acrescente algo pra sociedade, pra base ético e moral de uma nação. Eu ainda tenho esperanças no meu tão querido e amado Brasil.

  • Alex fala:
    May 1st, 2008 at 6:38 pm

    Sr Luis que sugeriu que levássemos nossos filhos á marcha:

    Não esqueça que o sr., seu amigos e familiares bebem álcool e fumam cigarro na frente de seus filhos.
    Não seja mais um hipócrita imbecil !

    Essa tal Isis eu já vi comentários mais idiotas dela em outros tópicos.
    Me pergunto porque será que ela está se dando tanto trabalho de estar prestigiando este site com sua opinião ? Opinião duvidosa , tendenciosa, hipócrita.

    Pessoas infelizes como esses 2 deveriam pensar com sua própria cabeça, ter opinião de verdade, e não ficar agredindo e repetindo um monete de argumentos infelizes, meras repetições de pessoas despreparadas para discutir o assunto.

    Pior é ouvir um promotor de Salvador, um idiota, dizer que o estado de direito está ameaçado pela marcha. Como é que um camarada desses pode defender a população com idoniedade, justiça e equilíbrio?

  • dicó fala:
    May 1st, 2008 at 6:40 pm

    A marcha da pamonha é apologia ao crime também?

    HAHAHAHAHAHAHAHA!!!

    Gente, segundo o mané aí é proibido de realizar marcha pela pamonha!

    Todo mundo leva uma pamonha prá marcha!

    Ou o mané tá dizendo que é apologia ao crime marcha pela democracia, pelo direito de reunião pacífica, pelo direito de liberdade de expressão?

    Claro, prá vocês nazistas, tudo que é diferente, é crime…

    Mas vai ter marcha do mesmo jeito. Cês não podem impedir ninguém de se reunir de forma pacífica.

    Como diria Bezerra da Silva: malandro é malandro e otário é otário mesmo.

  • José Tavares fala:
    May 1st, 2008 at 7:13 pm

    Está claro que, no Brasil, a liberdade de expressão não está assegurada. Temos visto a imprensa livre ser sistematicamente atacada, por via Judiciária, por políticos corruptos que não desejam ser descobertos (p. ex. mensalão) e agora isso – o aparelho policial e a Justiça atacam cidadãos que expressam opinião diferente da norma. O Brasil já censurou o YouTube para a nação inteira porque uma modelo deu o rabo numa praia pública.

    A única solução para grupos de ativistas escaparem da censura à liberdade de expressão é aprenderem a usar tecnologias que protejam seus direitos.

    Muito em breve, devido a brecha fascista que a legislação brasileira autoritária permite, vocês terão a PF e a ABIN no seu cangote.

    Por favor, aprendam a usar a freenet. A freenet forma uma rede par-a-par (P2P) ou ponto-a-ponto (isto é, descentralizada) que usa criptografia. Dessa forma, fica impossível saber o IP de quem postou, de quem trocou informações. É possível a troca de e-mails entre os participantes da Freenet sem que a mensagem possa ser decifrada por terceiros ou interceptada.

    http://freenetproject.org/

    A instalação é muito simples (cliques, cliques e iniciar o navegador).

    Cada ativista que puder deve criar um nodo. Amigos devem indicar ao amigo qual seu nodo. Assim, se cria uma darknet. A darknet não é identificável como tal, por quem olha de fora. Os amigos devem ser integrantes do forum que se conheçam na vida real e que confiem uns nos outros. Com 5 nodos a rede darknet se instala. É possível trocar e-mails de forma segura via freenet.

    A documentação está em inglês, mas é só questão de pedir ajuda ou submeter traduções para o pessoal da Freenet.

    Por favor, informem-se.

    Este país está sob constante censura e ataques à liberdade de expressão, sempre via o Judiciário, citando leis velhacas e de espírito autoritário.

    Desejo viver num país onde quem pense o oposto de mim tenha o direito de se expressar. Isso garante que eu possa expressar o oposto de que outros pensam. Ao defender seu direito, estou assegurando o meu.

    Obrigado.

    Ass: José Tavares

    PS: meu nome é “anônimo.”

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 7:18 pm

    Quando uso a conjugação em 1a pessoa do plural estou me referindo grande maioria que é contra essa idéia ridícula de marchar pela maconha.

    Só não existem mais pessoas racionais aqui por estas não terem, sequer, ficado sabendo disso.

    Infelizmente, ao ler as reportagens hoje a respeito do meu país, me deparei com essa idéia ridícula e fiz questão de expor meus pensamentos. Aliás, isso aqui é um debate ou um ditadura a favor da maconha?

    Pensei que quem fosse contra poderia discutir também!

    Logo, estamos infringindo mais um dos direitos constitucionais que é a liberdade de expressão.

    No tópico era para discussão, não para falarmos a favor da maconha!

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 7:25 pm

    Graças a Deus, na cidade onde moro não há favelas, graças ao bom emprego do dinheiro público realizado pelo Prefeito.
    Bairros mais pobres, com certeza há… tenho muitos amigos lá.

    Mas não é o meio social em que cada um vive que irá moldar sua ética e seus valores.

    Isso vem de uma estrutura familiar. Por isso há pobres que ascendem na vida e milhonários fadados à falência. Questão meramente de valores, morais, éticos, sociais e econômicos.

  • Caio fala:
    May 1st, 2008 at 7:27 pm

    Muita bobagem foi dita acima.

    Muita coisa interessante também.

    O fato é que, infelizmente, o BURACO é mais embaixo…

    Agora no Brasil estão com mania de ficar arranjando culpados ao invés de ir direto no problema.

    Vou contar uma estorinha: O marido chega em casa e vê a esposa transando com outro no sofá.

    Sabe como ele resolve o problema? VENDE O SOFÁ!!!

    O problema é que a igreja (qualquer uma delas – ou melhor- quase todas elas) ficam se metendo onde não tem que se meter. Se houvesse CONTROLE DE NATALIDADE, com a implementação de políticas sérias, mais da metade dos problemas que assolam o mundo, ou ao menos o Brasil, não existiriam.

    Responsabilizam restaurantes e churrascarias que estão localizadas próximas às estradas, pelos acidentes. Ora, até parece que o PALHAÇO que estiver a fim de beber vai deixar de fazer isso, só porque o restaurante não está mais vendendo…

    O cara põe frigobar no carro, põe até DVD no painel…

    Alguém sabe quantos bilhões de batidinhas e “esbarrões” acontecem no trânsito (que não viram ocorrência/estatística) causadas/ocorridas com motoristas usando o celular?

    ALOOO!!! A culpa não é do carro! A culpa não é da bebida. É DO MOTORISTA!

    Então tem mais é LEGALIZAR.

    TEM MAIS É QUE VENDER NA BANCA DE JORNAL!!!

    Vamos PAGAR IMPOSTOS, comprar na legalidade e PARAR de financiar o tráfico, os policiais corruptos, os políticos corruptos, os fabricantes BRASILEIROS de armas e munições. Tá cheio de socialite e gente da “caras” e da “quem” que está PODRE (literalmente) de rica por que vem de famílias que enriqueceram com a INDÚSTRIA que gira em torno da repressão ao tráfico.

    Ou seja, tem MUITA gente, GENTE GRAÚDA, como se diz por aí, às quais NÃO INTERESSA A LEGALIZAÇÃO porque ELES VÃO PERDER MUITO DINHEIRO…

    Então: DIA 04 – TODOS MUNDO NA RUA!!!!

  • Luís Fonseca fala:
    May 1st, 2008 at 7:32 pm

    Tenho 42 anos e comecei fumar maconha com 15 anos. Aos 27 anos parei de consumir maconha. Hoje bebo cerveja, vinho, conhaque, uísque, vodka e qualquer bebida destilada ou fermentada. Não sou contra e nem a favor da marcha, porém quero expressar minha humilde e modesta opinião sobre esse polêmico assunto da Marcha da Maconha. Quem quiser fumar que fume, quem quiser ir a marcha que vá. Agora, falando de efeitos no organismo eu que já usei maconha por 12 anos e quase diariamente, falo por experiência, a maconha faz muito mais estrago no organismo do que o álcool. A bebida você pode ir controlando gradativamente sua ingestão ao contrário da maconha. Finalizando, façam de suas vidas o que acharem melhor, mas depois assumam suas conseqüências.

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 7:34 pm

    Bom… já vou adiantando…
    Sou contra essa marchinha. Todavia, se realmente vocês um dia conseguirem a liberação da maconha, comprem comigo. Isso é um empreendimento promissor!

    Só não vale fazer como na Holanda, onde o consumo é liberado mas a plantação é proibida.
    Pois entramos em um novo método de ilegalidade, o transporte. Afffff…

    Vai ser complicado… ainda acho melhor financiar pesquisas que atestem que a maconha não faz mal, assim poderão alterar a portaria da qual já falei.

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 7:45 pm

    vamos lá..

    Alegação foi o termo escolhido uma vez que ainda não foi aprovado pela câmara. Nota-se que assassinos, mesmo que confessos, são chamados de indiciados, pois até final decisão, não se pode chamar de culpado.

    Logo, assim como no judiciário, os deputados precisam usar termos que possam exprimir de forma mais completa possível o desejo da nação. Em outras palavras, se eu dissesse que eles AFIRMAM que a propaganda aumenta o consumo de drogas seria uma verdade, todavia sem efeitos jurídicos válidos.

    Conseguiu entender ou o baseado ainda está afetando sua cabeça oca?

  • R. Murilo fala:
    May 1st, 2008 at 7:45 pm

    Me sinto no dever de questionar porque pessoas preocupadas com liberdade não discutem e promovem marchas a favor do meio ambiente, direitos humanos, combate a fome, exploração infantil entre outros temas que são realmente de utilidade pública e promovem a liberdade das pessoas.

    Ter liberdade não é se alienar em um mundo de fantasias causado por uma substância ilícita e prejudicial mas sim poder caminhar pelas ruas sem ter medo do que os alucidados podem fazer ao conflitarem seu mundinho com a realidade da vida que não conseguem viver.

    Tente trabalhar, namorar e sobretudo viver embebido nessa atmosfera de drogas e só o que conseguirá é dar trabalho aos outros.

    Sou absolutamente contra essa marcha e a liberação de uso de drogas. As pessoas que apoiam essa farra deveriam refletir sobre o horizonte nebuloso que se instalará na frente de todos.

    Saudações

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 7:55 pm

    Caro Rabicó… existe no Direito que chamamos de “Princípios Norteadores do Direito”. Onde há duas esferas de análise, onde há os atos legais e os atos éticos. Os valores éticos são mais genéricos, uma vez que os atos legais estão intrínsecos aos atos éticos.

    Isto posto que todo ato ético é legal. Mas o inverso não é verdadeiro.

    Se considerarmos que o ato de “fumar” maconha é anti-ético, logo percebemos que não tem como ser legal. É ilógico pensar de maneira diversa.

    Portanto, sendo ilegal, pode claramente o Poder Judiciário extinguir tal associação, haja vista que não atende aos princípios de uma sociedade.

    Acho que agora fui claro.

  • Andre Zara fala:
    May 1st, 2008 at 8:03 pm

    Ó só para finalizar…

    Deixo meus votos de estima e consideração àqueles que pensam no futuro do nosso Brasil. Principalmente para que os votos dos desembargadores sejam devidamente contra essa marchinha.

    À vocês, defensores da macoínha, desejo tudo de bom também. Vocês não são menos por defenderem, só penso que existem coisas mais importantes na vida de qualquer um do que protestar pela liberação de uma droga.

    Tudo de bom pra todos…

    Agora acho que vou fazer um churrasquinho, com uma caipirinha e uma cervejinha bem gelada.

    Até mais… abraço!

  • R. Murilo fala:
    May 1st, 2008 at 8:06 pm

    “Polícia Civil do Rio faz maior apreensão de maconha dos últimos 12 anos Publicidade da Folha Online

    da Agência Brasil

    A DCOD (Delegacia de Combate as Drogas) do Rio de Janeiro apreendeu nesta quarta-feira ao menos quatro toneladas de maconha na zona norte da cidade, a maior apreensão de maconha realizada nos últimos 12 anos.

    O carregamento estava coberto com 1,5 tonelada de arroz doado para uma instituição beneficente. De acordo com a polícia, o veículo estava parado nas proximidades do Mercado São Sebastião, na Penha. ”

    Pessoal uma chamadinha para aguçar a discussão.

    Boa tarde a todos.

    Forte abraço de quem luta por um Brasil sem A N A R Q U I S M O

  • dicó fala:
    May 1st, 2008 at 8:09 pm

    André Tara, André Tara… quem tava falando em soltar fumaça na marcha?

    VOCÊ COMEU COGUMELO, FOI?

    Tou falando da marcha que foi proibida, mesmo que a mesma não tenha feito nenhuma propaganda. Uma reunião pacífica pedindo mudança na legislação.

    ISSO É DIREITO DE TODOS!!!

    Tirando otário que acha que não.

    Malandro é malandro e otário é otário mesmo.

    Se divirta se drogando em seu churrasco. Mas tenta fumar menos que cê tá falando muita besteira…

    Marcha da pamonha!

    Porque malandro é malandro e otário é otário mesmo.

  • Euzinha fala:
    May 1st, 2008 at 8:21 pm

    André zara… cara… tara… sei lá o quê… Vc disse que o álcool só causa mal se associado à direção? Filho, ponha as mãos para o céu e agradeça por não conviver com um alcoólico… Meu pai era… não dirigia… mas causava muitos, muitos problemas… Para o tal Eu: ow, ninguém morre por fumar maconha… não existe oversose disso não, fi… quer dizer, a única forma de vc morrer de oversose de maconha é se estiver passeando no porto e caírem 5 toneladas na sua cabeça… heheheeeeeh Nesse caso, nem precisa ser usuário… Há um luiz aí que já foi sete vezes à Europa e conhece favela, já subiu o morro… Não é por nada não, mas não acredito… incoerência desse tipo só para responder provocação em blog da internet… E o tal do hugo… tadim… colou uma reportagem inteira… um alienado… só repete o que ouve dizer… deve ter copiado tudo aquilo de algum jornal de direita e deve acreditar também que tudo a que se assiste na TV ou que se lê por aí é verdade… De qualquer modo, se vc, hugo, gosta tanto de ler, dê uma olhada num artigo que o nelson mota publicou há algum tempo na folha: “Sonho de Rosinha, pesadelo carioca”. Aliás, todos que dizem que o maconheiro financia o tráfico deveria ler esse artigo… é surpreendente! Ó, mas não é para acreditar no que o nelson mota diz, não!!!! Ele está sendo IRÔNICO!!!! E as pessoas deveriam sempre refletir sobre o que lêem e escutam por aí. Isso evitaria muitos problemas…

    Credo, nunca vi tanta gente ignorante…

  • Renata fala:
    May 1st, 2008 at 8:33 pm

    Viiiixiii… Maconha é a porta pra cocaína?? o que que vcs estao falandooo????? vi ai falando que ”por mim proibia tudo , o caminho é esse bebidas maconha , cocaína .. vcs comprando maconha dão dinheiro pra bandido ! esses bandidos compram armas ,matam gente vcs são cúmplices de assassinato !” Que ridícuuuuuuuuuuuuuuuulooooooo!!!!!!! cúmplices de assassinato??hahaha pára neee!! ser maconheiro nao é um problema..nao é ser doente e nem drogado! Apenas levamos a vida diferente de vcs..isso eh puro pré-conceito..!!

    Acordeeeeeeeemm!!!!!

  • Brian Frost fala:
    May 1st, 2008 at 9:13 pm

    ;O Foi foda ler tudo isso ae. asuhaushusahsauhsausjias Mas ainda nao entendi o porque tanto preconceito com a maconha…

    Toma mais uma penca pra ler ae! Sei que uma minoria vai ler pelo menos.

    A maioria dos contras estão aki mais para nos xingar, “pois financiamos o tráfico”, mas uma das causas da marcha é acabar com o tráfico, pelo menos o da maconha.

    Outros são contra por causa da saúde, sim concordo, a maconha tem seus efeitos… mas é uma coisa ligada a educação e da decisão pessoal da pessoa. Poxa! a maconha nao atrapalha nos estudos da pessoa (dependendo do grau), na verdade é a falta de estudo que leva a pessoa ao exagero ou ao preconceito da erva, fumar ou não, intão tornam-se livres decisões da pessoa(inconciencia do povo). Se voce for criticar a maconha por essa causa, critique 1° o governo e a educação do pais.
    A marcha nao tem fins de legalizar a maconha para todos fumarem, fuma quem quer!

    O que mais me chamou atenção no meio dessa porra toda, foi esse comentário: “Por que não podemos fazer marcha para defender melhorias no sistema educacional brasileiro, que é um dos piores do mundo? Por que não fazemos marcha contra a corrupção no Brasil, que um dos países mais corruptos do mundo? Por que não reivindicamos melhorias na saúde e na segurança pública?

    Será que uma luta para legalizar a maconha é relevante para o contexto em que vivemos, ou é mais um sinal de nossa decadência ética e moral? Vale refletir!”

    Realmente isso vale refletir! Isso é uma grande questão cara. Não vou falar que ninguem tentou fazer isso. Na verdade quando fazemos isso, batemos de frente com a corrpução, e ae precisamos de um movimento realmente forte para combate-lo, mas esse movimento simplesmente não existe, quem tem coragem? e quem tem conhecimento disso? E sim, eu aprendi isso assistindo o “Tropa de elite”. Não vai falar que é mentira! Todo mundo viu um exemplo do que ocorre “quando voce desafia o sistema!”(fala do C.Nascimento)

    Aí penso na questão que o brasileiro prefere esquecer tudo isso e apenas fumar maconha… O brasileiro não esquece, ou as vezes nem sabe, mas se movimentar para algo assim é dificil, intão fica assim memo. =/

    abraços. boa sorte á marcha

  • Euzinha fala:
    May 1st, 2008 at 9:48 pm

    KBID, não acho que o problema seja necessariamente assistir a novelas. Isso é entretenimento, e assim como queremos liberdade para fumar sossegados o que bem entendermos, as pessoas tem de ter liberdade para assistirem ao que quiserem… O problema é que o fazem sem nenhuma reflexão, e repetem, sem nem saber que o estão fazendo, tudo que é ditado pela TV. Quem profere discursos contra a maconha também só está repetindo as bobeiras que ouviu por aí… e, cá entre nós, quanta bobeira… O único argumento que levo em conta é o fato de que o usuário, seja de maconha, cocaína ou crack, financia o tráfico. Isso, infelizmente, é verdade! Mas policiais corruptos, juízes, magistrados, políticos que participam da máfia dos bingos e caça-níqueis contribuem para o crime organizado muito mais que nós e, NINGUÉM, repito, NINGUÉM, fica insultando-os e dizendo que deveriam morrer, que são vagabundos, etc… Então, por que os senhores certinhos, que ficam proferindo discursos contra nós baseados em falsa moral, em vez de nos criticarem, não organizam uma marcha contra a corrupção entre os membros do legislativo e do judiciário? Se usassem metade da energia que dispendem ao criticar os usuários de maconha para fazer algo de concreto que acabasse com o tráfico, de fato, talvez pudéssemos repensar suas críticas…

    Mas criticar é fácil, né?!

  • Euzinha fala:
    May 1st, 2008 at 10:57 pm

    Então, vamos às apresentações: Também não conheço maconheiro bandido. Todo mundo é gente boa! Fumo desde os desesseis, formei-me na melhor universidade da cidade, trabalho em uma das mais conceituadas empresas do ramo, pago minhas contas, sou boa cidadã e fumo um de vez em quando. Como eu, conheço muitos… Devíamos ter preconceitos contra pessoas que se dizem certinhas, mas mentem, enganam, dissimulam, aproveitam-se da ingenuidade alheia, não têm escrúpulos, são sórdidas, não têm caráter ou apegos aos valores morais… E olha que há muita gente assim, livre por aí, tornando o mundo, que já está mal, cada vez pior… Não sei se vou à marcha porque não dá para assumir, infelizmente, que sou uma pessoa muito normal, embora fume um de vez em quando… Vou ver se crio coragem até lá!

    Quem sabe com uma máscara…

  • Euzinha fala:
    May 1st, 2008 at 11:01 pm

    Olhem aí uma pergunta para tentarmos responder:

    Ricardo fala:

    April 30th, 2008 at 7:15 pm Voces só admitem apenas comentario favoraveis, ou não. Gostaria que o meu comentario fosse publicado. Porque voces falam, que a maconha não é droga, me explique então , porque a maioria dos dependentes quimicos, internados em clinicas de reabilitação, começou usando alcool e maconha ? Se o cigarro, que é fumado, faz mal. Porque liberar a maconha ? que tambem se fuma ? Existem varias perguntas, que na maioria das vezes não são respondidas, e quando são, saõ feitas com retoricas ocas e sem fundamento.

    Voces que são pessoas instruidas, cultas, dotadas de bom ensino, conseguem distinguir o uso da maconha, levando em consideração apenas o lado “ludico” do seu uso. E o que dizer daquele garoto, favelado de 13 anos, analfabeto, ( ou voces acreditam na educação publica ! ), que experimenta um baseado na boca de fumo !! Voces acham, que ele vai entender o lado “positivo” do uso da maconha !! Por favor quero respostas !!

    http://www.marchadamaconha.org/blog/2008/guia-para-a-marcha/#comment-3188

    Carlos Silva, meu pc é uma lesma… não achei “EStrela guia”, mas estou lendo “L.S.D.”… não é mera coincidência…

  • Euzinha fala:
    May 1st, 2008 at 11:03 pm

    Olhem aí uma pergunta para tentarmos responder:

    Ricardo fala:

    April 30th, 2008 at 7:15 pm Voces só admitem apenas comentario favoraveis, ou não. Gostaria que o meu comentario fosse publicado. Porque voces falam, que a maconha não é droga, me explique então , porque a maioria dos dependentes quimicos, internados em clinicas de reabilitação, começou usando alcool e maconha ? Se o cigarro, que é fumado, faz mal. Porque liberar a maconha ? que tambem se fuma ? Existem varias perguntas, que na maioria das vezes não são respondidas, e quando são, saõ feitas com retoricas ocas e sem fundamento.

    Voces que são pessoas instruidas, cultas, dotadas de bom ensino, conseguem distinguir o uso da maconha, levando em consideração apenas o lado “ludico” do seu uso. E o que dizer daquele garoto, favelado de 13 anos, analfabeto, ( ou voces acreditam na educação publica ! ), que experimenta um baseado na boca de fumo !! Voces acham, que ele vai entender o lado “positivo” do uso da maconha !! Por favor quero respostas !!

    marchadamaconha.org/blog/2008/guia-para-a-marcha/#comment-3188

    Carlos Silva, meu pc é uma lesma… não achei “EStrela guia”, mas estou lendo “L.S.D.”… não é mera coincidência…

  • KBID fala:
    May 1st, 2008 at 11:26 pm

    Tens um filho, se dedique a ele, cuide dele, ame ele, abrace e beije ele todos os dias, seje amigo, converse muito com ele, ainda que falte o pão, não lhe deixe sem teu calor, sem tua atenção, conte sua vida à ele, tens uma família?, multiplique essas atitudes . Eis o segredo da vida.

  • Sergio Guerra fala:
    May 2nd, 2008 at 12:12 am

    Pessoal,

    Vamos agir junto aos nossos representantes, mandem uma mensagem para o deputado que você ajudou a eleger, descubra o e-mail dele neste site http://www2.camara.gov.br/deputados. Lembrem-se, eles trabalham pra você.

    Abaixo um modelinho pra simplificar, mas o ideal é cada um se expressar.

    Abraço,

    Sergio Guerra.

    “Caro Dep. SEU DEPUTADO,

    Votei em você para Deputado Federal, ajudei a te eleger, venho estreitar nossa relação.

    Acontecerá no dia 04 de maio de 2008 em mais de 200 cidades no mundo a Marcha pela Maconha, que visa o debate sobre a criminalização desta droga, e não fazer uma apologia a tal.

    Gostaria de saber sua opinião sobre este debate e sobre a legalização do uso da maconha. Mesmo que não concorde solicito que atue no sentido de proteger estas manifestações, respaldadas pela constituição federal e que estão ameaçadas em alguns estados, como a Paraíba.

    Aguardo seu retorno,

    SEU NOME.”

  • Reginaldo Carvalho fala:
    May 2nd, 2008 at 12:17 am

    Bebidas e cigarros também são drogas fortes. E que fazem mal à saúde do homem. Está comprovado cientificamente que provocam doenças e dependência química nas pessoas. Contudo é livremente comercializadas no mundo inteiro e são grandes fontes de recursos para os governos em razão dos altos impostos arrecadados. Se tivéssemos homens sérios, mas isso não parece existir no poderes dos países, com esses recursos, eles poderiam redirecioná-los para assistência à saúde e combate à dependência química dos viciados em bebidas e química. É lógico que há os que consomem esses produtos químicos moderadamente e que pouco afetam suas saúdes. Eu já fumei cigarros e já bebi muito. Quando notei que essas duas drogas estavam destruindo minha saúde parei de fumar e diminui fortemente o consumo destes. Pensei: ou mudo meus hábitos ou vou preparando o meu “caixão”. Essa decisão que me fez recuar o consumo dessas drogas tem uma grande causa: os valores éticos e morais e o grande valor que dou à vida humana. Mas, infelizmente, os homens não são iguais. Há aqueles que ao consumirem bebidas (droga) espancam indefesos como mulheres e crianças, e, às vezes, até matam. Eu imagino se a maconha for liberada o que vai ser da sociedade. Acho que é o inicio do fim da humanidade. Se droga fizesse bem, todos já estaríamos consumindo e incentivando o seu consumo. O que vemos é que quem quer praticar crimes, atentar contra a vida usam a droga. As páginas policiais dos jornais estão cheias de crimes hediondos cometidos através do uso de drogas. A droga afrouxa o freio mental que temos e usamos para controlar o lado mal que existem em todos nós. Ou seja, o lado ruim inato a todos os seres humanos. A droga altera o equilíbrio emocional do homem, e com ele alterado, ele é capaz de tudo, inclusive atentar contra sua própria vida. Ora, o homem que ainda preservar os valores morais e éticos necessários para o equilíbrio social, devem lutar contra esses manifestos insanos. Essa questão de querer lutar a favor da liberação da maconha tem relação com a sua fragilidade psicológica , e que afeta muitos dos homens de hoje. A sociedade está sem rumo, sem perspectivas, somente os poderosos vivem nababescamente com o lucro advindo da corrupção de políticos e governos, usando a vida do ser humano. Estamos criando uma sociedade individualista, e construindo grupos sociais corporativistas que estão se protegendo, usando a vida humana a fim de manter seu status quo. Isso é bem maquiavélico. O noticiário mundial está aí: Fome, guerras, sequestros, assassinatos de pessoas, de famílias. pobreza, AIDS,etc. Vejo esses temas de maior interesse para o debate mundial do que o debate para liberar o uso de drogas fortes. Temos, sim, de lutar por um mundo mais fraterno, mais humano, e não pela liberação da MACONHA. Esse novo movimento que surge no mundo são incentivados pela classe dominante com apoio de seus políticos e representantes nos congressos, para lutarem e organizarem esse movimento de cunho suicida. Essas marchas funcionam como manipulação do psicológico dos jovens, os mais inocentes nessa história em razão da falta de experiência de vida e falta de afeto familiar.. Quem prega a favor da liberação da maconha está pregando a liberação futura de drogas mais fortes, como cocaína, LSD, ácido, ópio,etc. E quem ganhará com isso? Claro a elite mundial que vivem em função da exploração do povo mais pobre. Que vivem e mantém sua vida de luxo, às custas da vida de quem está perdido, sem rumo, sem perspectiva e abandonado pela sociedade. Essa é minha opinião. Sou contra essa marcha. E se fosse participar iria protestar contra. A marcha só favorece aos oportunistas e empresários potenciais e que hoje dominam o tráfico paralelo. Apenass grandes grupos empresariais estão de olhos bem abertos e torcem para o sucesso dessas manifestações mundiais para se lançarem como lobos sobre os futuros viciados potenciais. Temos uma visível queda do consumo mundial de cigarros, com grandes prejuízos para essas grandes multinacionais do cigarro e da produção do fumo. Por isso, procuram outros meios para substituírem ou aumentarem o seu faturamento com drogas mais fortes. Infelizmente esse é o exemplo que o mundo capitalista está legando para as futuras gerações. A vida humana está se tornando um mero instrumento de manipulação do grande capital. Os jovens, os mais inocentes nessa história, são os protagonistas e puxadores dessas marchas pelo simples fato de não terem experiência de vida. Meu recado é esse: ” Jovens de todo mundo e homens de boa vontade: lutem, sim, por uma causa justa. Vocês deveriam ir pra as ruas cobrarem vida melhor para todos os humanos: mais vagas de trabalhos, redução de impostos dos governos, oportunidades de trabalho; educação gratuita; saúde gratuita; mais alimentos; menos pobreza; etc. Lembrem-se: ” Drogas acabam com nossas utopias. Os únicos interessados nelas , em produzí-las e comercializá-las, são os mesmos que querem destruir suas vidas.”.
    Um grande abraço a todos.

  • Caio fala:
    May 2nd, 2008 at 1:17 am

    Sabe uma coisa que eu acho engraçada?

    Quem é fã dos Simpsons sabe que já foi exibido um episódio na GLOBO, no horário de sábado às 11:30 (am) – para que não haja dúvidas de que foi exibido DE MANHÃ, em que terminava o episódio com aquele guarda lesado e mais uma cambada de policias indo para uma casa e fazendo referências explícitas ao consumo de maconha e prostitutas (o que lá é ilegal).

    Os cacetas sempre fazem referência ao uso e consumo da erva em seu programa semanal.

    E aí?

    Também não é ilegal?

    Mas se for na GLOBO pode!

    Os últimos episódios que envolveram atores/apresentadores e a polícia como trama de fundo o consumo da erva, nada aconteceu. Nãoforam demitidos ou afastados, pelo contrário, ganharam novos programas, quadrs, acho até quetiveram mais projeção.

    Ou seja: tá acontecendo o que acnteceu com a mulher divorciada.

    Primeiro ela não tinha direitode se divorciar.

    Depois era chamada de puta.

    Depois havia o preconceito velado.

    E agora? Agora, o estranho é você não ser filho de uma.

    O mundo evolui e muda.

    A marcha é apenas o começo…

  • Reginaldo Carvalho fala:
    May 2nd, 2008 at 1:53 am

    O jumentinho jr. (assim você gosta mais, não?). O papel do baseado, seu viciado, é uma transformação de um vegetal ( concorda, asninho). Logo a maconha (baseado) a que se refere não é a folha propriamente dita. (pra você entender, tem que ser assim, porque seus neurônios devem estar todos esclerosados por conta do fumo). As folhas da “canabis sativa” (planta), Sr. Jumento, são colhidas, mas são trituradas para poder dar forma e surgir o tal baseado. (Dãaaaaaaaaaa). Portanto, eu nunca vi alguém comprar maconha (baseado) tirada da própria planta. Bem, você, como um bom veterano maconheiro, talvez, e por conseqüência de tanto aspirar essa fumacinha “maneira”, deve ver o baseado surgir na planta in natura. Vá dormir, asninho.

  • Euzinha fala:
    May 2nd, 2008 at 2:52 am

    GENTE, AÍ MAIS EM CIMA, CRITIQUEI UM CARA QUE TINHA COLADO UMA NOTÍCIA NO SITE… VOU FAZER O MESMO E, POR FAVOR, PERDOEM-ME PELA INCOERÊNCIA… É QUE ESTE TEXTO É MUITO BACANA E BRINCA UM POUCO COM ESSE ARGUMENTO DE QUE SÃO OS USUÁRIOS QUE FINANCIAM O TRÁFICO. OLHEM, COMO JÁ DISSE VÁRIAS VEZES AQUI, É PRECISO QUE TENHAMOS CRÍTICA AO LER QUALQUER COISA QUE SEJA. ENTÃO VALE AVISAR QUE O AUTOR É IRÔNICO EM VÁRIOS TRECHOS. MAS SEUS ARGUMENTOS PERMITEM QUE A GENTE REFLITA UM POUCO SOBRE ESSA HISTÓRIA. LEIAM, É BEM LEGAL!

    ENTÃO LÁ VAI:

    “Sonho de Rosinha, pesadelo carioca

    Nelson Motta, Folha de São Paulo, 15 de outubro de 2004

    RIO DE JANEIRO — “O consumidor financia o tráfico e o Estado paga o pato”, reclama a governadora Rosinha. O que aconteceria se todos os consumidores de drogas cariocas ouvissem as orações da governadora e abandonassem os seus abomináveis vícios? Os chefões imediatamente transfeririam suas operações para São Paulo, Belo Horizonte ou Vitória. Fariam alianças ou guerras com os poderes locais. Banhos de sangue e chacina. Com o fim do tráfico, legiões de “soldados”, “aviões”, “olheiros” — e “gerentes de bocas” milhares de bandidos estariam desempregados. E armados. Certamente não encontrariam empregos em fábricas, lojas ou escritórios, pois está difícil até para os honestos e competentes. Ficariam onde sempre estiveram esquecidos pelo Estado, nos morros, na periferia, na Baixada, assaltando, matando, roubando, seqüestrando, descendo sobre a cidade indefesa. Sem drogas para vender, não venderiam doces, venderiam armas. Os juizes, policiais e políticos corruptos bancados pelo “movimento”, que perderiam suas mesadas, iriam buscá-las em outras fontes, com os contrabandistas, os fraudadores, os adulteradores de combustível, os ladrões de carga e os lavadores de dinheiro. Segundo a polícia, o tráfico é bastante organizado, e bem armado. E invencível: cai um chefe, imediatamente assume outro. E chocante, mas o ponto de descontrole a que a situação chegou, a conclusão lógica — e absurda! — é que, sem o tráfico, que é relativamente organizado e tem razoável controle sobre suas tropas, seria muito pior. Seria a desordem absoluta, o caos urbano, a pilhagem, os bárbaros rompendo os portões, se é que ainda há portões.

    Quem pagaria o pato não seria o Estado, mas os cidadãos indefesos, os patos que pagam mais de um terço de seus salários para sustentá-lo.”

  • ale fala:
    May 2nd, 2008 at 4:32 am

    TUDO QUE QUEREMOS É TER O DIREITO DE TER UM VASO DE PLANTA EM CASA SEM SERMOS TIDOS COMO CRIMONOSOS PERIGOSOS PELA FALSA MORALIDADE DA NOSSA SOCIEDADE. MAS OS “MALDITOS TRAFICANTES” QUE ESTÃO NO MORRO, ESTES CARAS CONTINUARÃO LÁ, COM OU SEM O NOSSO FINANCIAMENTO COMO VCS SRS DA MORAL COSTUMAM DIZER. ESTES CARAS VÃO CONTINUAR EXISTINDO E BUSCANDO ALTERNATIVAS PRA SUA MARGINALIDADE PROMOVIDA PELA NOSSA PRÓPRIA SOCIEDADE E PRINCIPALMENTE PELOS GOVERNANTES CORRUPTOS. DO NOSSO VÍCIO CUIDEMOS NÓS, AFINAL EU NUNCA OUVI FALAR DE NINGUÉM QUE MORREU DE TANTO FUMAR MACONHA. MAS VOLTANDO AOS TRAFICANTES, ESTES CARAS QUE ANTES DE TER ACESSO A ARMAS DEVERIAM TER ACESSO A EDUCAÇÃO, A SAÚDE, A SANEAMENTO BÁSICO, ENTRE OUTROS DIREITOS… DE FORMA A INCERÍ-LO NA SOCIEDADE DIGNAMENTE COMO CIDADÃO CAPAZ, AFASTANDO-O ASSIM, DO ESTIGMA DE MARGINAL QUE SIGNIFICA EXATAMENTE AQUELE QUE VIVE À MARGEM. À MARGEM DE NOSSA MESA FARTA, À MARGEM DOS MELHORES COLÉGIOS, À MARGEM DAS GRIFES DE MARCA DOS SHOPPINGS E DOS CARROS IMPORTADOS. O CRIME PORTANTO É FRUTO DA MÁ DISTRIBUIÇÃO DE RENDA E DAS DESIGUALDADES SOCIAIS SOMADOS A SUPERESTIMULAÇÃO FRENÉTICA DO CONSUMO AO QUAL NOSSA SOCIEDADE É SUBMETIDA, E TAMBÉM PORQUE NÃO, A NOSSA HERANÇA DE PAÍS COLONIZADO. AFINAL NÃO SERIAM TALVEZ OS ANCESTRAIS DESTES TRAFICANTES AQUELES ESCRAVOS QUE TROUXERAM LÁ DA AFRICA? SERÁ QUE NOSSA SOCIEDADE REALMENTE NÃO PRECISA REVER SEUS VALORES, E SEUS PRECIOSOS CONCEITOS?
    CARAMBA, AS PESSOAS ENCHEM A BOCA PRA FALAR UM MONTE DE BESTEIRAS, QUE MACONHEIRO É ISSO E AQUILO, MAS NÃO TEM SEQUER RESPALDO NEM NOÇÃO DE HISTÓRIA, SEI LÁ, DO PANORAMA POLÍTICO MUNDIAL, USAM ARGUMENTOS ABSURDOS!!! E USAM ATÉ O NOME DE DEUS. FALAR EM NOME DE DEUS É MUITO FÁCIL PORQUE ELE NÃO VAI MESMO SE DAR AO TRABALHO DE VIR AQUI E FALAR POR SI. QUERENDO OU NÃO ATÉ A CANABBIS FAZ PARTE DA NATUREZA CRIADA POR DEUS COMO TODAS AS OUTRAS PLANTAS. INFELIZMENTE AS PESSOAS QUE ACHAM QUE ESTÃO DEFENDENDO A MORAL E OS BONS COSTUMES NÃO ENCHERGAM UM PALMO A FRENTE DOS OLHOS. EM QUE TIPO DE LIMBO VIVEM VCS? NÃO CONSIGO ENTENDER SE É UMA QUESTÃO DE IGNORÂNCIA, HIPOCRISIA, INTOLERÂNCIA, PRECONCEITO OU TUDO JUNTO!!!

  • Daniel fala:
    May 2nd, 2008 at 7:01 pm

    Brother, vcs nao tao pensando em violencia coisissima nenhuma estao pensando somente no uso, na satisfaçao pessoal de poder usar na boa. Isso eh um egoismo perigoso, o alcool eh droga, eh liberado e ja causa problemas demais. Milhoes de reais em despesas com saude, campanhas de conscientizaçao, milhares de mortes, violencia, acidentes. E tudo isso pq eh liberado. Agora ja pensou liberar mais uma bomba? A maconha?!? E quem dirah a cocaina, crack, etc. Droga nao ajuda e nunca ajudou ninguem. O mundo viveria bem melhor sem esse cancer auto-destrutivo q o ser humano criou. Perdi um tio pro alcool e um primo por causa da maconha e da cocaina. Eh uma pena q existam pessoas como voces que apoiem esse tipo de coisa. Eh uma grande defasagem na educaçao, vendo essa passeata, vejo q a educaçao falhou mais uma vez, nao conseguindo formar jovens conscientes, q pudessem lutar contra esse tipo de coisa ao inves de apoiar.

    Abraços

  • Drica fala:
    May 2nd, 2008 at 7:10 pm

    legalizeee it!

    não estamos pensando no consumo próprio daniel, afinal, mesmo hoje sendo proibida eu fumo a hora que eu quero. Mas voce acha que eu gosto de ter que comprar maconha de um traficante? O que as pessoas nao entendem é que com a legalizacao, nao sera mais proibido e com isso, não precisamos mais financiar o tráfico! supondo que maconha vendesse em farmácia, ao inves de comprar com um traficante que, com o meu dinheiro compra armas e mata pessoas inocentes, eu compraria numa farmacia, ou em alguma industria q provavelmente vai se especializar, sendo assim, o dinheiro sera investido em outras coisas!

    Outra, a maconha vendida por traficantes é misturada com mijo, amoniaco entre outras, o q prejudica, sendo numa industria especializada, a maconha teria (ou pelos menos é pra ter) boas procedencias! mas concordo que devem haver certos limites, principalmente com menores de idade

  • GAIVOTA fala:
    May 2nd, 2008 at 11:01 pm

    Perfeito, maravilhoso…., daqui de cima é possível enxergar bem melhor. É isso que faz o mundo girar, evoluir, ” divergência de opiniões” que dão polimento e enriquecem a pedra angular da civilização desde os primórdios. Já pensaram que marasmo seria se todos comungassem dos mesmos conceitos e princípios…??? Talvez estariamos todos pelados, comendo frutas, tocando harpas celestiais, há quem afirme que isso um dia acontecerás , e faz de tudo para que se cumpra o prometido, ainda que ignorando o livre arbítreo, sacrifiquem os que buscam sómente liberdade para viver a sua vida da maneira que entende como melhor para si . Liberdade, abre as asas sobre nós.

  • GAIVOTA fala:
    May 2nd, 2008 at 11:53 pm

    Enxergando um pouco além, vejo muita resistência ao pleito que se atendido conforme proposto, alicerces e pilares terão que ruir, levando consigo boa parte da estrutura que abriga e alimenta um sistema consolidado há séculos. Pensem então: JUDICIÁRIO & VERTENTES. ai rapaziada, PENSARAM ??? intão cumé quifica agora , SERÁ QUE VALE MESMO A PENA , ficar trocando farpas ??? us omi tem qui cumê, juiz, puliça, adevogado, etc… etc… etc..

    Vamo devagar, sem barulho ou ofensas prá que pressa, a coisa taí, no fim tudo acaba bem, o que não tá bem é porq

  • GAIVOTA fala:
    May 2nd, 2008 at 11:57 pm

    Enxergando um pouco além, vejo muita resistência ao pleito que se atendido conforme proposto, alicerces e pilares terão que ruir, levando consigo boa parte da estrutura que abriga e alimenta um sistema consolidado há séculos. Pensem então: JUDICIÁRIO & VERTENTES. ai rapaziada, PENSARAM ??? intão cumé quifica agora , SERÁ QUE VALE MESMO A PENA , ficar trocando farpas ??? us omi tem qui cumê, juiz, puliça, adevogado, etc… etc… etc..

    Vamo devagar, sem barulho ou ofensas prá que pressa, a coisa taí, no fim tudo acaba bem, o que não tá bem é porque ainda não acabou. Por enquanto, vamos brigar para que pelo menos se construam mais escolas e que deêm condições e direito de estudo e crescimento a todos, esse país merece crescer com dignidade, aos poucos conquistaremos todos nossos ideais, Paciência; e perseverança e mansidão são combustíveis para grandes conquistas.

  • Detoni fala:
    May 3rd, 2008 at 1:47 pm

    Muito bom o pronunciamento do Jefferson Perez. Muito lúcido. Lucidez esta que falta nesse cara chato, o tal do junior. Aliás, sem querer baixar o nível, e já baixando: concordo como o ThiaBo… se a mãezinha do junior der mole eu não dispenso, tenho 60 anos, fumo desde os quinze, e pode crer, juninho, vou broxar não… aliás, faço 61 segunda-feira, 5… e se quiser me dar um presente, diz pra sua mãe me dar um pouquinho.

    Legalizar a maconha vai contra interesses dos traficantes, políticos e policiais corruptos e babacas caretas como o juninho.

  • Reginaldo Carvalho fala:
    May 3rd, 2008 at 3:28 pm

    Se ética pode ser contestada, é de supor que o autor do pensamento deve ser favorável ao liberou geral, ao “bundalelê social” geral. Ou deve gostar de filosofar, usando como argumento, o pensamento dos “especialistas teóricos” que vomitam em suas teses incompreensíveis e tratam a ética como um tema questionável em nossa sociedade moderna ? Que sacada, hein! Viciados, caros amigos, precisam de tratamento psicológico. Pois convivem com algum desvio de personalidade, e por conseqüência, de conduta. Pessoas bem sucedidas? ( o que vem a ser bem sucedidas? Pessoas ricas! bons profissionais!. Então quer dizer que para sermos bons profissionais, ricos todos precisamos de drogas para estimular nossa criatividade e aumentar nossos ganhos ? Para melhorar nosso desempenho em tudo naquilo que fazemos ? Para sair bem melhor no sexo ? Não, claro que não. Os usuários usam drogas porque já estão num caminho sem volta. E como são dependentes e doentes dessas porcarias querem que todos os acompanhem nesse caminho diabólico. Malvadeza, isso sim. Se querem continuar consumindo suas drogas, continuem, morram, fumando, se injetando, mas não venham querer disseminar publicamente e se dissimular, invocando termos como liberdade de expressão para justificar o manifesto, seu uso e a liberação da comercialização da maconha. Juntem-se ao Gabeira e fundem o clube dos consumidores de drogas. Aproveitem, e juntem-se os pais e viciados e os vovozinhos maconheiros levianos. E não se esqueçam de abrir as portas do clube aos seus filhos, cambada. Por que não compram uma ilha e faça dela o ponto de encontro dos consumidores livres de drogas. É uma boa idéia, o que acham.