Marcha da Maconha – Brasil 2008 » Blog Archive » Marcha da Maconha: oito são presos em protesto contra proibição

0

do A TARDE

O protesto contra a proibição pela Marcha da Maconha em Salvador, na tarde deste domingo, 4, terminou com a detenção de oito jovens com idades variando entre 17 e 27 anos. Concentrados no Campo Grande, onde faziam um protesto pacífico, eles foram levados por policiais da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes – DTE, por determinação do delegado titular da DTE, Carlos José Habib, que autorizou a detenção de todos os que estivessem portando cigarros de maconha ou exibindo qualquer tipo de material que fizesse apologia à droga.

“A decisão não partiu da polícia, mas da Justiça, e nós, como cidadãos, temos que cumprir”, explicou Habib, referindo-se à proibição da marcha, pela juíza Rosemunda Souza Barreto, da 2ª Vara Privativa de Tóxicos de Salvador, a pedido do Ministério Público Estadual. Segundo o delegado plantonista da DTE, Pedro Fernandes, os jovens foram detidos por ferir os artigos 287 do Código Penal, por “crime de apologia ao uso de drogas” e de número 28, da Lei de Drogas, que enquadra usuários. Segundo Milton Dantas, advogado que acompanhou o caso, todos foram liberados, mas quatro terão que responder judicialmente pelos crimes.

O estudante de História da Universidade Estadual de Feira de Santana, Helder Souza, 22, estava revoltado com a ação da polícia, que considerou “repressiva”. Helder, que é candidato a vereador pelo PT e militante do movimento GLBT – Gays, Lésbicas, Bissexuais de sua cidade, reclamou da agressão verbal que disse ter sofrido, por parte dos policiais, por ser “gay”, mas afirmou que vai continuar a luta por seus direitos de cidadão: “Defendo a liberdade de expressão e discussão destas questões”, resumiu.