Marcha da Maconha – Brasil 2009 » Blog Archive » Corte de jogador do handebol teria sido por uso de maconha

0

Do G1

O corte do armador-esquerdo da seleção brasileira de handebol Jaqson teria sido por uso de maconha, segundo informações da Rede Globo. O entorpecente não dá ganhos esportivos ao atleta, mas faz parte da lista de substâncias banidas pelo departamento antidoping do Comitê Olímpico Internacional (COI). Dentro da seleção, a polêmica é sobre a demora para o corte e a convocação do substituto de Jaqson, Alexandre Rodrigues. Chefe da delegação de handebol em Pequim, Cássio Marques explica algumas das questões.

– A lista deveria ser entregue ao COB no último dia 27, a gente ficou sabendo do doping no dia 25 aí no Brasil, dia 26 no Japão (onde a seleção passava por um período de aclimatação) e conseguiu fazer a troca. Pensamos no Gustavo (Nakamura, o Japa), mas ele estava machucado. Nosso médico (Dr. Gustavo Rocha Santos) ligou para o Brasil e confirmou que ele não se recuperaria para as primeiras partidas, então foi inscrito o Alexandre Rodrigues.

E onde está Jaqson?

O paradeiro de Jaqson ainda é indefinido. Cássio Marques afirma que o jogador retornou ao Brasil no último dia 26, mas o clube em que o jogador atua no Brasil, o Metodista, de São Bernardo do Campo (SP), só soube de seu afastamento da seleção pela imprensa na manhã desta terça-feira. O gerente de esportes do clube, Alberto Rigolo, comentou o desconhecimento sobre a situação.

– Desde abril nossos jogadores estão dispensados para treinar e jogar com a seleção. Ele não jogou o campeonato paulista nem os regionais e deveria se apresentar ao clube depois de deixar a seleção, mas só soubemos hoje que ele não está com o grupo em Pequim. Já tentamos contato com ele, mas sem resposta – lamenta Rigolo.