Marcha da Maconha – Brasil 2009 » Blog Archive » Jornal A Tarde, 22/04, pág.10, Sessão Agenda

0
  • DIA MUNDIAL SEM DROGAS ÍLICITAS

    Penso que o usuário de drogas ilícitas deve ter um compromisso consigo mesmo em ralação ao uso das drogas ilícitas,um compromisso que vise se libertar das garras dos cartéis mundiais que produz toneladas de drogas proibidas por lei,porém não combatida pelo Estado oficial,que cria leis para punir o usuário que muitas vezes passa de usuário para ser um pequeno traficante,ou um agente do trafico internacional.

    É mais fácil para o Estado localizar o usuário e os pequenos traficantes;agora, os grandes produtores e os grandes traficantes sem uma face definida fica mais difícil para o Estado localizar-los,e muitas vezes o próprio Estado é conivente com o crime organizado,e, cria leis para punir o usuário e o pequeno traficante,porém, os grandes traficantes são protegidos pelo Estado,enquanto o usuário não tem a proteção do Estado,nem mesmo para se libertar da dependência da drogas.Entretanto o usuário precisa tomar uma posição política ir lutar contra aqueles que o destrui,e a única forma de luta do usuário é trabalhar para uma discriminação e legalização das drogas ilícitas.

    A discriminação e a legalização das drogas ilícitas é uma ação de combate contra as máfias de drogas,por isso,que é necessário que entre os usuários haja uma união e,essa união seja celebrada num dia do ano,e todos juntos possam boicotar os acionistas das drogas,principalmente o usuário,um dos acionistas mais prejudicados pela não legalização e discriminação das drogas ilícitas.Que seja um dia de reflexão sobre o poder que tem o usuário,que esse poder possa ser aplicado contra o poder das máfias e ponha o estado a trabalhar em favor do usuário e não a favor das máfias sem face;porque as consequências maléficas que as máfias trás para a sociedade é maior que os malefícios de ser um usuário,que simplesmente quer ter o direito de decidir se quer usar ou não usar drogas.Pois,esse dia mundial poderia ser um dia de conscientização dos usuário de drogas ilícitas.

    O usuário precisa tomar uma posição política e lutar a favor de si mesmo;pois, é uma questão para o usuário pensar e agir antes que a hipocrisia do estado destrua nosso direito de decidir sobre nossa vida.Quem decidi se eu posso usar ou não usar drogas sou eu;porque a minha decisão de usar drogas ou não,tem um compromisso com a liberdade e a responsabilidade de construir um futuro melhor.Não são as drogas ilícitas que me destrui,mas o poder que têm aqueles que não têm uma face e produz drogas para destruir o meu direito e minha liberdade;se o estado não tem poder para destruir os grandes traficante,por que limita o usuário com regras?.

    Esse dia mundial sem drogas ilícitas,só não pode ser no dia de natal,porque o natal é um dia de entorpecimento,porque a hipocrisia humana é uma das maiores drogas que destrui a humanidade.Sugiro que esse dia seja no dia onze de Setembro,um dia que o terror assustou o mundo,mas o mundo não sabe quem patrocinou este terror,si o Estado oficial ou o Estado paralelo.
    Leary cunhou a frase “turn on, tune in, drop out” (”ligue-se, sintonize e caia fora”).