Marcha da Maconha – Brasil 2009 » Blog Archive » Liberdade de expressão!

0

Temos de dar os parabéns ( ! ) às autoridades judiciais do estado de São Paulo, por não proibir uma manifestação social em favor de uma importante questão, também negligenciada pelo poder público do estado e do país. Cabe fazer um paralelo entre essa manifestação e a proibição Marcha da Maconha. Apologia ao crime ou moralismo?

Força aos colegas manifestantes! Liberdade de expressão!

Pedalando Pelado

por André Sender
Protesto mundial contra carros faz ciclistas andarem pelados

Existem muitas formas de protesto. Alguns grupos organizam passeatas, outros boicotam determinados produtos ou atitudes e alguns até andam de bicicleta pelados, em 60 cidades de todo o mundo. Achou estranho?! Essa é a forma que alguns ciclistas encontraram para protestar contra a dependência dos carros nas grandes cidades.

Em Londres, o protesto aconteceu no dia 7 de junho. Por lá, mais de 700 pessoas pedalaram pela cidade, mas nem todos estavam completamente pelados. A questão, dizem os organizadores, não é o quão nu o manifestante está, mas sim sua vontade de participar.

“Nós estamos vendo cada vez mais notícias do derretimento das geleiras, da destruição da Antártida e nenhum governo está realmente fazendo nada sério sobre isso. Eles só falam, então as pessoas, individualmente, estão pedalando suas bicicletas despidas para expressarem o que sentem sobre isso” disse Martim Ireland em entrevista à BBC. Elé um dos mais de 200 manifestantes que pedalaram nus da cidade litorânea de Brighton.


Manifestantes em Londres

Se na Inglaterra o protesto aconteceu no dia 7, aqui no Brasil os ‘ciclonudistas’ combinaram de desfilar pela cidade no sábado, dia 14. Em, São Paulo, os manifestantes combinaram de se encontrar na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista. Ao meio-dia começa toda a preparação. É a essa hora que os ciclistas vão pintar seus corpos nus com frases de protesto e preparar as alegorias.

Depois de duas horas nesse processo, é chegada finalmente a hora de pedalar. Os organizadores ainda lembram que “em caso de chuva, o evento está automaticamente confirmado, pois até na chuva pedalar é mais gostoso”.

Além da capital paulista, outras importantes cidades do mundo também serão palco dos ciclistas peladões. Sydney, Paris, Cidade do México, Madri e Washington são apenas alguns exemplos.


Peladões na Espanha