Marcha da Maconha – Brasil 2008

0

Notícias Escrito em May 7th, 2008 por mgm-rio em Rio, Brasil, Leis, Ativismo, Marcha da Maconha, Repressão, 2008

O advogado e tradutor Gustavo Castro Alves, preso sob a acusação de apologia das drogas, tornou-se um dos personagens principais do evento e, quase sem querer, conseguiu espaço para expor suas idéias sobre legalização e liberdade de expressão:

– A livre expressão começa na família. Meus pais sempre me deram abertura. É muita ingenuidade achar que o consumo de drogas não existe. Mais do que legalizar, tem que educar, dar informação para as pessoas decidirem o que é certo ou errado – disse Alves, de 26 anos, que diz ter agido por instinto. – A indiferença por si só já é uma violência. ( Assista a íntegra da entrevista do advogado )

Escrito em May 7th, 2008 por mgm-rio em Notícias, Rio, Brasil, Leis, Manifestos, Eventos, Marcha da Maconha, 2008

Publicada em 06/05/2008 às 00h01m
O Globo Online

RIO – A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai promover em sua sede no Rio, na próxima segunda-feira, um ato em defesa da livre expressão, de acordo com reportagem publicada no jornal “O Globo” . O evento, programado após a repercussão em torno da proibição da Marcha da Maconha, tem como objetivo ampliar o debate sobre a liberdade da população de se manifestar. Acostumado a assistir a manifestações em favor da legalização de bingos e vans, por exemplo, o carioca, segundo especialistas, ainda resiste a discutir temas considerados tabus, como as drogas.

Escrito em May 6th, 2008 por mgm-rio em Vídeos, Marcha da Maconha, 2008

Vejam os videos da marcha 2008 aqui!

Envie seus vídeos e fotos que publicamos aqui no site!

Escrito em May 5th, 2008 por mgm-rio em Eventos, TV, Marcha da Maconha

O programa MTV debate hoje tratará do assunto O uso da maconha no Brasil: discutir ou oprimir?

http://mtv.uol.com.br/debate/

O sociologo, Renato Cinco, do coletivo Marcha da Maconha irá estar presente no programa defendendo a legalização e a liberdade de expressão

MTV DEBATE, HOJE 5 DE MAIO, AS 22HORAS NA MTV

Assistam, gravem e ponham no Youtube!

Escrito em May 5th, 2008 por mgm-rio em Brasil, Organizações, Apoio, Política, Leis, Manifestos, Artigos, Repressão

ORLANDO ZACCONE Delegado de polícia civil do Rio de Janeiro Mestre em Ciências Penais pela Universidade Cândido Mendes

Doutorando em Ciências Políticas pela Universidade Federal Fluminense

O quadro é desolador. De um lado a “guerra” contra as drogas matando mais do que as próprias drogas e estabelecendo-se como uma política criminal irracional e genocída; do outro, cidadãos divididos entre a garantia do direito fundamental da livre expressão do pensamento e a autoritária instalação de um “estado de exceção permanente” em nosso país, na expressão do filósofo italiano Giorgio Agamben, referindo-se ao atual fenômeno da suspensão ininterrupta de direitos constitucionalmente estabelecidos nos assim chamados estados democráticos de direito. É neste contexto que se situam as recentes decisões judiciais de proibição das marchas em favor da legalização da maconha em diversos estados brasileiros e no distrito federal. Leia mais »

Escrito em May 5th, 2008 por Marcha São Paulo em Brasil, Política, Manifestos

A Marcha Mundial da Maconha é um movimento global pela legalização da cannabis. Hoje a Marcha esta sendo prevista para 10 cidades no Brasil: Cuiabá, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, João Pessoa, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Sendo que em seis delas, Curitiba, João Pessoa, Cuiabá, Brasília, Salvador e Belo Horizonte,o ministério publico entrou com liminar na justiça para que a marcha fosse proibida, atitude que faz parte do modelo repressor vigente no Brasil e na maioria dos países. Modelo este ineficaz, que marginaliza e criminaliza o usuário da planta, e não consegue de fato intervir no desmantelamento do tráfico de drogas.

A cannabis está enraizada na cultura de diversas sociedades do globo e segundo o Relatório Mundial sobre Drogas da ONU de 2007, a maconha é utilizada por 3,8 % da população mundial (aproximadamente 160 milhões de pessoas). A criminalização da maconha impede a utilização de seus valores terapêuticos e homeopáticos, favorece o narcotráfico e a violência e dificulta a construção de políticas públicas para o tratamento de usuários e a prevenção.
Leia mais »

Escrito em May 5th, 2008 por Marcha São Paulo em Brasil, Marcha da Maconha

Vídeo produzido por um participante sobre a repressão à Marcha da Maconha

http://br.youtube.com/watch?v=RMU0GOQkAf8

Escrito em May 5th, 2008 por Marcha São Paulo em Marcha da Maconha, Vitória

da Gazeta On Line

Prevista para acontecer em 12 capitais brasileiras, a Marcha da Maconha acabou sendo realizada em apenas quatro delas: Vitória (ES), Recife (PE), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). Neste domingo (04), cerca de 100 manifestantes se reuniram em frente a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e percorreram três bairros da capital capixaba. O evento pede a legalização da erva Cannabis sativa. Ao contrário do que ocorreu no Rio de Janeiro, a polícia não interferiu no movimento.
Leia mais »

Escrito em May 5th, 2008 por Marcha São Paulo em Marcha da Maconha, Curitiba

PM abordou quase 100 pessoas, mas seis foram detidas por apologia e porte de droga.

A Polícia Militar (PM) deteve na tarde deste domingo (4), na avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico, em Curitiba, seis jovens e adolescentes que participavam da Marcha da Maconha, que foi proibida pela Justiça na cidade. Eles foram detidos por apologia e porte de maconha. Cerca de 90 pessoas participavam da marcha e foram abordadas, mas acabaram liberadas em seguidas pela policia.
Leia mais »

Escrito em May 5th, 2008 por Marcha São Paulo em Marcha da Maconha, Salvador

do A TARDE

O protesto contra a proibição pela Marcha da Maconha em Salvador, na tarde deste domingo, 4, terminou com a detenção de oito jovens com idades variando entre 17 e 27 anos. Concentrados no Campo Grande, onde faziam um protesto pacífico, eles foram levados por policiais da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes – DTE, por determinação do delegado titular da DTE, Carlos José Habib, que autorizou a detenção de todos os que estivessem portando cigarros de maconha ou exibindo qualquer tipo de material que fizesse apologia à droga.
Leia mais »