Semana Verde – Marcha da Maconha

0

A Marcha da Maconha Brasil é um movimento social, cultural e político, cujo objetivo é levantar a proibição hoje vigente em nosso país em relação ao plantio e consumo da cannabis, tanto para fins medicinais como recreativos. É nosso entendimento que a atual legislação e política de repressão sobre o cultivo e utilização da maconha são fatores de aumento e fortalecimento da violência. E que todas as propriedades da planta devem ser aproveitadas, inclusive o potencial medicinal e econômico e quando isto for adequado sob o ponto de vista ambiental.Esse ano ocorrerá a primeira Marcha em Niterói em 15 de Maio. Mas além desse espaço de manifestação, o coletivo vai oganizar uma semana de debates com a sociedade e formação dos militantes do antipoibicionismo. A Semana Verde ocorrerá de 09 a 15 de Abril, nos prédios da UFF e da Candido Mendes.

Programação da Semana Verde – de 07 a 14 de Abril em Niterói

– Dia 07/04, quinta-feira, às 21:00 hrs Cantareira

panfletagem, Falcatrua, batalha de MC´s e oficina produção de cartazes e textos.

– Dia 09/04, sábado, às 15:00 hrs Praia de Itacoatiara

panfletagem com todos vertidos de verde.

– Dia 10/04, domingo, às 16:20 hrs Praia de Icaraí

panfletagem com todos vestidos de verde e o Bloco Planta Na Mente.

– Dia 11/04, segunda-feira, às 18:00 hrs Faculda de Direito da UFF

Palestra Os danos da proibição e a necessidade da legalização

Maria Lúcia Karam, juíza, LEAP Brasil;
Orlando Zaccone, delegado de Policia Civil, LEAP Brasil.- Dia 12/04, terça-feira, às 18:00 hrs Campus UFF Comunicação (IACS)

Exibição do Filme “Cortina de Fumaça

– Dia 13/04, quarta-feira, às 19:00 hrs Cândido Mendes Niterói

Drogas: A proibição que não surte efeito

André Nicolit, juiz, LEAP Brasil

– Dia 14/04, quinta-feira, às 18:00 hrs Campus UFF História(Gragoatá)

Palestra Proibição do que? Um debate sobre a legalização da maconha
Renato Cinco
, sociólogo, organizador do MLM (Movimento pela Legalização da Maconha);

André Barros, advogado da Marcha da Maconha do Rio e organizador do MLM;
Luiz Paulo Guanabara, membro da ong Psicotrópicos;
Thiago Rodrigues, prof. Ciência Política da UFF.

e FESTA VERDE – Legalize Já